O COACHING E A ARTE MARCIAL

De forma superficial podemos definir o Coach como o profissional especializado no processo de Coaching. Pode ser considerado um treinador que assessora o cliente (Coachee), levando-o a refletir, chegar a conclusões, definir ações e, principalmente, agir em direção a seus objetivos, metas e desejos.

As pessoas que estudam ou tem interesse pela esgrima samurai, em algum momento se deparam com um nome que se tornou lenda nos meios marciais tradicionais. Me refiro à família dos Yagyu. Membros desta família de exímios esgrimistas foram, durante décadas, mestres de esgrima dos Shogun Tokugawa. Cabe uma pergunta: se era inconcebível que um Shogun entrasse em luta direta com um inimigo (se chegasse a este ponto significava que todas as suas defesas falharam e deveria cometer sepuku para não correr o risco de cair prisioneiro e sofrer desonra), então por que todos mantinham, sob sua proteção, um mestre de esgrima?

A resposta pode surpreender. É porque a arte que ensinavam não se destinava ao combate individual homem versus homem, ou homem versus vários inimigos, mas preparava o governante para, através da arte marcial, entender como se relacionar com um adversário, com vários adversários ou mesmo com todo um exército. A evolução da técnica, leva o discípulo a utilizar a arte marcial para governar toda uma nação, e era esta a missão do instrutor de esgrima de um governante, fosse ele um Shogun ou Imperador.

Daí o nosso entendimento de que o coaching não é atividade tão atual assim, muito pelo contrário, era dever do mestre de esgrima (treinador) mudar a vida do seu “cliente” de forma que o mesmo se tornasse um ser humano melhor, daí um melhor governante.

Nos tempos atuais, Dojo que ensinam artes tradicionais (koryu), jamais focam o treinamento no preparo para vencer o outro, mas para que o aluno entenda e supere suas limitações, além de utilizar a estratégia (heiho) como ferramenta para percorrer o caminho.

Acredite, se a arte que você pratica não lhe ensina a utilizar suas técnicas aprimorando sua relação doméstica, empresarial ou nos demais espaços da sociedade, você pode estar praticando um esporte ou uma forma de luta, mas isso não é arte marcial. Este o nosso entendimento.

EIKI

Shoden Nidan

Shinto Ryu Shinken Bujutsu Tsukimoto Ha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *